Extensão

Feirinha Solidária

por Mariana Andrade Barcelos Rosa
Publicado: 10/10/2019 - 15:01
Última modificação: 05/02/2020 - 10:56

A Feirinha Solidária da UFU é um projeto de extensão da Pró-reitoria de Extensão e Cultura da Universidade Federal de Uberlândia, por meio do Centro de Incubação de Empreendimentos Populares Solidários (Cieps/PROEXC/UFU). É um espaço de formação e relacionamento, dentro dos limites dos campi da UFU, que foi fundado em 2015 a partir do trabalho do Núcleo de Agroecologia e Produção Orgânica da UFU (NEA/Cieps/UFU), que vinha, desde 2013, acompanhando com cursos e assessoramento técnico e político os grupos de agricultores que desejavam fazer a transição agroecológica. A Feirinha Solidária da UFU tem o objetivo de desenvolver conhecimentos, habilidades e atitudes que proporcionem aos trabalhadores envolvidos em Organizações Produtivas Solidárias (OPS) incubadas no Cieps e/ou envolvidas nos programas e projetos desenvolvidos na incubadora e/ou no Fórum Regional de Economia Popular Solidária do Triângulo Mineiro (FREPS), ocupar espaços de mercado sem intermediários, superando a exploração por atravessadores e melhorando a renda dos trabalhadores. Sobretudo, pretende-se ir além da formação técnica para que se possa sociorreferenciar a relação dos trabalhadores do campo em relação aos seus pares da cidade, a partir da produção e do consumo de alimentos saudáveis, superando as relações de dependência, avançando na construção de redes de produção e consumo crítico e solidário. Exercer o consumo crítico e solidário é preferir produtos oriundos de OPS em detrimento de ofertas de empresas capitalistas, buscando contribuir na geração de trabalho e renda, repudiar a exploração de trabalhadores e melhorar o padrão de renda dos trabalhadores, evidenciando a produção e o desenvolvimento local. Toda semana são realizadas ações para fomentar a alimentação saudável, com a degustação e distribuição de receitas com ingredientes comercializados pelos agricultores. Essa ação é desenvolvida por extensionistas e pesquisadores do curso de Nutrição e tem sido significativa na diversificação da alimentação dos consumidores e na difusão das plantas alimentícias não convencionais (PANC). Além disso, os consumidores são levados a visitar as áreas dos agricultores ("Você no campo"), com a finalidade de realizar o controle social da produção. Também são ofertados cursos de “Boas Práticas de Fabricação” para os produtores.